quarta-feira, agosto 06, 2008


NOTÍCIAS DO MOMENTO

Brasil ultrapassa a França e torna-se o sexto maior produtor de automóveis

 

 

 São Paulo - A indústria de automóveis brasileira tornou-se, no primeiro semestre deste ano, a sexta maior do mundo em número de unidades produzidas, ultrapassando a francesa. Segundo balanço divulgado hoje (6) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), até junho, 1,89 milhão de veículos foram produzidos no Brasil – 120 mil a mais do que na França.

 

De acordo com a Anfavea, até o ano passado, as posições do Brasil e da França no ranking mundial da indústria de automóveis estavam invertidas. Em 2007, França produziu 3,02 milhões de veículos e o Brasil, 2,97 milhões.

 

O Japão, com 6,06 milhões de unidades; a China, com 5,20 milhões; os Estados Unidos, com 4,89 milhões; a Alemanha, com 3,31 milhões; e a Coréia, com 2,08 milhões, ocupam este ano as primeiras posições do ranking. A Espanha, com 1,55 milhões de automóveis produzidos, vem logo depois da França.

 

De acordo com o presidente a Anfavea, Jackson Schneider, a boa fase da economia nacional tem impulsionado as vendas de automóveis e, com isso, a produção. Com mais empregos formais, crédito abundante e demanda por veículos, a tendência é que o número de veículos produzidos pela indústria nacional cresça ainda mais.

 

 

Alimentos sobem menos e ajudam na queda da inflação em julho

 

 Rio de Janeiro - O alimento in natura foi o que deu a maior contribuição para a queda da inflação em julho, medida pelo Índice de Preços no Atacado (IPA), que caiu de 2,29% em junho para 1,28%.

 

Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), responsável pelo cálculo, o índice relativo a bens finais teve alta de 0,44%, tendo como principal contribuição para a redução em relação aos 0,99% de junho o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa passou de um alta de 5,64% para uma deflação (inflação negativa) 2,54% em julho.

 

O segmento de bens finais, excluído o alimentos in natura, acusou alta de 0,65%.

 

A queda dos preços medidos pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC, relativos ao varejo), que passou de 0,77% em junho para 0,53% em julho, também teve forte influência dos preços dos alimentos.

 

De acordo com a FGV, três das sete classes de despesas componentes do índice apresentaram decréscimo em suas variações.

 

Os preços do subgrupo alimento fecharam julho em alta de 0,83%, ante os 1,85% relativos a junho. Nesta classe de despesas, segundo ainda a FGV, destacam-se itens como as carnes bovinas (de 8,05% para 3,39%; o arroz e o feijão (de 11,18% para 2,29%); e as hortaliças e os legumes (de 0,83% para menos 1,66%).

PARCERIA

 

 Bahia-EUA prepara jovens

 

para o mercado de trabalho

 

 

 

 O Governo da Bahia assina, no próximo dia 8, sexta-feira, acordo para implementar um programa integrado de empregabilidade de jovens e ensino de inglês. A parceria entre a Usaid (Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional) e o governo será formalizada na sala de Conferências do Hotel Sofitel, em Itapuã de 14h às 15h 30. O evento contará com a presença da Administradora do Departamento de Assistência Internacional, cargo equivalente à de vice-Secretária de Estado dos EUA, Henrietta Fore e o governador Jaques Wagner.

 

 

 

Em visita oficial ao Brasil de 7 a 10 de agosto, a Administradora Fore chega a Salvador na sexta, depois de um encontro com representantes de grandes empresas americanas e brasileiras em São Paulo. Ela participa de um almoço com governadores da Região Nordeste oferecido pelo Governo do Estado da Bahia e, em seguida, recebe representantes de empresas brasileiras e americanas com sede na Região Nordeste durante a cerimônia que formaliza a parceria com a Bahia. De Salvador, ela segue para Manaus, onde lança um programa de prevenção à malária.

 

 

 

A visita oficial de Henrietta Fore a Salvador é um desdobramento da passagem da Secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, pela Bahia, em março de 2008, quando ela enfatizou a importância da relação entre o Brasil e os Estados Unidos para o desenvolvimento de ambos os países.

 

 

 

ECONOMIA

 

Cesta básica na Cesta do Povo está 31,53% mais barata que a aferida pelo Dieese

 

  

 

"Vamos resistir ao processo inflacionário o máximo que puder e manter a cesta básica nas lojas da Cesta do Povo mais barata para o consumidor". A afirmação é do presidente da Empresa Baiana de Alimentos S.A (Ebal), Reub Celestino. Segundo o último levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos  (Dieese), o custo da cesta básica, em Salvador, subiu 5,45%, em julho, passando para R$ 195,65, contra os R$ 185,53 registrados no mês anterior. Das  16 capitais pesquisadas, a capital baiana ainda apresenta a segunda menor variação.

 

Nas lojas da Cesta do Povo, os gêneros de primeira necessidade estão 31,53% mais baratos em comparação aos índices aferidos pelo Dieese, ou seja, o consumidor desembolsa apenas R$ 154,17 para comprar os produtos que compõem a cesta básica, representando uma economia de R$ 40.

 

Celestino anunciou que a cesta básica será o carro-chefe da empresa. Todas as 278 lojas da capital e do interior vão ser padronizadas em estilo display (mostruário) com os itens da cesta devidamente dispostos em prateleiras. O objetivo é que o local específico de exposição dos produtos  facilite a localização pelo consumidor.

 

O projeto já está em funcionamento na loja do Ogunjá. "O consumidor é quem vai montar sua cesta básica, escolher o produto que deseja levar pra casa. Dessa forma, a economia pode ser ainda maior", ressaltou Celestino, informando que a  Ebal também está investindo em qualidade.

 

 Segundo ele, em todas as  lojas podem ser vistos produtos de grandes marcas consolidadas no mercado, além daquelas ditas comuns. No jargão dos supermercadistas, os produtos são classificados em líderes ( grandes marcas), extra  (2ª marca) e comuns. "o objetivo da Ebal não é vender somente produtos de marca, e sim de qualidade, a preços baixos", enfatizou.

 

Nas prateleiras, o consumidor já percebe a diferença. "Os produtos daqui são bons, tem todas as marcas encontradas nos supermercados", afirmou o motorista Carlos Lázaro que, frequentemente, compra na Cesta do Povo.

 

 

EVENTO

 

Moderadores do Estado consolidam interlocução com a sociedade

 

        

Os eventos realizados desde 2007 pelo governo baiano vêm mostrando o trabalho desenvolvido por um grupo de pessoas com a missão de facilitar a interlocução entre o Estado e a sociedade. São os chamados moderadores, uma equipe constituída por servidores estaduais que estimulam os debates, contribuem para o bom andamento das discussões, orientam o público presente e constroem a metodologia das atividades. A mais recente amostra do trabalho dos moderadores pôde ser conferida durante as plenárias territoriais da 1ª Conferência de Comunicação Social da Bahia, que percorreram oito municípios.

 

           O trabalho dos moderadores não é de agora. Eles já são conhecidos desde o Plano Plurianual Participativo (PPA), cujas plenárias percorreram 17 cidades baianas no ano passado. Desde então, não houve mais descanso. Os moderadores participaram do Encontro pelas Águas, promovido pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), das conferências estaduais de Cultura, da Juventude, da Ciência e Tecnologia, dos Idosos e dos Gays, Lésbicas, Bissexuais, Transexuais e Transgêneros (GLBTT). Somente as plenárias da Juventude visitaram 22 lugares.

 

A maioria do grupo, que se reúne periodicamente, é formada por servidores de carreira (gestores públicos em sua maior parte). Sua principal função é estimular o debate político e fortalecer a cidadania, contribuindo para a consolidação de uma cultura mais democrática, participativa e inclusiva. Já existe até mesmo a possibilidade de regularização formal do grupo, por meio de um decreto – uma minuta nesse sentido já foi elaborada.

 

Tudo começou durante a organização do PPA, quando Edson Valadares, membro e idealizador do grupo (era ele quem coordenava o PPA na época), solicitou às secretarias que indicassem servidores para atuar como mediadores no evento. Cerca de 40 a 50 pessoas foram indicadas e participaram de um treinamento – uma espécie de capacitação em dinâmica, mobilização e outros temas. O resultado não foi outro - eles deram conta das mais de 12 mil pessoas que participaram das plenárias do PPA em todo o estado.

 

Do PPA para cá, mais de 100 pessoas passaram pela experiência de atuar como moderador em eventos. A boa atuação do grupo rendeu convites das secretarias para participar de outros eventos. "Ganhamos know-how, o que serviu para consolidar os moderadores como peças fundamentais no diálogo com a sociedade", comenta  Valadares.

 

PESQUISA

 

Álcool e trânsito: uma combinação perigosa

 

Um estudo publicado pela "Revista de Saúde Pública" e recém divulgado pelo CISA - Centro de Informação Sobre Saúde e Álcool (www.cisa.org.br), apontou que, no Distrito Federal, 42,8% das vítimas fatais de acidentes de trânsito tiveram alcoolemia superior ao legalmente permitido.

 

Atualmente, os acidentes de trânsito assumem a segunda posição dos casos de morte por causas externas, em decorrência, principalmente, de imprudência na direção (70%) e sua associação ao consumo de álcool. Pensando nisso, o objetivo do estudo foi analisar a presença e a alcoolemia (nível de álcool no sangue) das vítimas fatais de acidentes de trânsito ocorridos no Distrito Federal - DF.

 

Foram consideradas 442 vítimas fatais de trânsito que ingressaram no Instituto de Medicina Legal do Distrito Federal, das quais 238 tiveram seus níveis de alcoolemia determinados. Nessa pesquisa, como limite legal de alcoolemia, considerou-se o nível de 6 dg de álcool/L de sangue, atualmente alterado pela Lei 11.705/08 (lei de tolerância zero ou lei seca).

 

Conforme os autores, a colisão entre veículos foi a causa responsável por 44,0 % das mortes, seguida dos atropelamentos (36,8%) e capotagem (19%). A alcoolemia acima de 6dg/L (antigo limite legal) foi constatada em 42,8% das vítimas, sendo que os resultados mais significativos foram para os casos de capotagens (57,8%), embora o valor médio de alcoolemia tenha sido maior entre as vítimas de atropelamentos (2,46 g/l) e de colisões (1,81 g/l).

 

Assim, a pesquisa concluiu que, embora dosados em cadáveres, seja crescente a associação entre álcool e acidentes de trânsito, caracterizando-a como um importante problema de saúde pública. Além disso, aponta à importância da conscientização sobre essa perigosa combinação, estimulando a adoção de medidas rígidas ao seu controle e fiscalização, como a lei seca recentemente implantada.

 

MODA

 

O estilo da roupa é o mesmo. A idade não!

 

 

Aquela história de manter o espírito jovem, praticar esportes e de acompanhar o estilo de vida dos filhos, para alguns pais alcançou, inclusive, a maneira de se vestir. Não é raro encontrar os chamados "pais garotões". Cada vez mais, os quarentões e cinquentões estão adotando um visual mais jovial.

 

 

 

Com este perfil, as calças jeans e camisetas caem como uma luva no guarda-roupa de pais que gostam e se sentem bem usando roupas mais jovens. E para alguns deles, não basta ser uma simples camiseta, eles valorizam modelos descolados, com estampas legais e claro, que sejam também confortáveis.

 

 

 

Esse "jeito de ser" é também reflexo dos padrões do comportamento atual. Hoje as pessoas estão mais preocupadas com a qualidade de vida, buscam relaxar em seus dias de folga, nos finais de semana, praticam mais atividades esportivas, fazem caminhadas e consomem mais produtos de beleza. Essa mudança de comportamento acaba influenciando também o modo como se vestem.

 

 

 

Com a proximidade do Dia dos Pais, uma dica interessante de presente para os "pais garotões" são as camisetas personalizadas. Assim, o filho pode presentear e ainda brincar com o estilo do pai. Confira algumas dicas da JAEH Camisetas (www.jaehcamisetas.com):

 

CULTURA

 

Projeto leva Maracatu Bizoro Avoador a 12 bairros de Salvador

 

Depois de realizar com sucesso a direção artística do primeiro DVD de Wil Carvalho, fazer o São João em Salvador e no interior da Bahia, e um mês de turnê por festivais de música na França com sua banda Maracatu Bizoro Avoador, o cantor e compositor Val Macambira da início, na próxima terça-feira, dia 12, ao Projeto Cultura na Praça, que irá levar a oito praças da cidade, a música do MARACATU BIZORO AVOADOR e convidar artistas do lugar a participar da festa, com performances, apresentações de dança, recitais de poesia e o que mais a comunidade desejar expressar artisticamente. A primeira apresentação acontece na Praça São Brás, em frente ao Centro Cultural de Plataforma, a partir das 18h. O projeto irá acontecer todas as terças-feiras, num bairro diferente de Salvador, sempre convidando os moradores a participar do show.

Maracatu Bizoro Avoador

O MARACATU BIZORO AVOADOR, não é somente uma banda, mas também um bloco percussivo e a primeira escola de maracatu em Salvador. Criado por Val Macambira em 2004, com base na cultura popular de Pernambuco-Recife, seu diferencial esta na fusão do clássico, barroco, o hip hop, o rock, o repente e a música nordestina, tendo como resultado um ritmo original . Na concepção de suas letras e melodias traduz o cotidiano do povo brasileiro e dos personagens da cultura popular, onde o folclore se torna lúdico e vivo. A banda é formada por Yago Sousa, compositor, percussionista e rapper/ Zico Baleia, percussionista, Val Macambira, cantor, compositor, músico e diretor musical/ Gootico, percussionista/ Pedrinho Rego, guitarrista e viola de 12 / Gustavo Lancelot , baixista e percussionista.

O MARACATU BIZORO AVOADOR estreou em agosto/2005 , fazendo turnê na Europa em diversos países, Itália, Suíça, Espanha e França, com presença marcante em suas apresentações levando o público a interagir, com a performance exótica e inusitada desse ritmo, até então desconhecido pela platéia, que ao término de cada show perguntavam: Isso é música brasileira? Que maravilha! Em 2006, já no Brasil, fez uma serie de shows em teatros, bares e praças publicas, encerrando as apresentações em 2007, no carnaval de Salvador. 2008, deu o pontapé inicial marcando presença na Festa de Yemanja e no carnaval.  Logo, o MARACATU BIZORO AVOADOR estará lançando CD, com participações de nomes expressivos do cenário musical brasileiro.

 

 

Contagem regressiva para a chegada do DVD de Claudia Leitte

 

 

Passada a emoção do Criança Esperança, Claudia Leitte vive agora a contagem regressiva para a chegada às lojas, a partir desta sexta, dia 8, do seu primeiro DVD solo, "Claudia Leitte ao Vivo em Copacabana". Sua musicalidade vai, neste trabalho, do axé ao pop, com espaço para uma balada especialíssima, que já desponta como mais um de seus grandes sucessos: "Pássaros".

 

Carismática e ousada, Claudia quis mais e não se intimidou com o maior público que a praia de Copacabana já reuniu para gravação de um DVD de um artista nacional: além de apresentar as músicas que a consagraram ao longo de cinco anos de carreira discográfica, teve o atrevimento de experimentar uma série de canções inéditas, absolutamente desconhecidas, para uma platéia daquelas proporções, de quase um milhão de pessoas na praia de Copacabana.

 

"Quando vi o mar de gente e me dei conta de que não dava para enxergar o final da multidão, fiquei apreensiva", recorda ela, apesar de já ter enfrentado horas e horas de trio elétrico no Carnaval baiano e em micaretas por todo o país.

 

"Mas, de repente, bateu uma segurança tremenda e conversei comigo mesma: Vai dar tudo certo, porque já está acontecendo, porque Deus preparou isso para mim'".

 

Sobre o sucesso instantâneo do novo repertório, comenta:

 

"Fiquei impressionada! As músicas inéditas foram assimiladas na hora, ensinei uma vez e eles cantaram comigo e nos meus shows, desde que estreei o novo espetáculo, me sinto bem à vontade. A galera canta e me acompanha nas músicas, sinal de que o trabalhou caiu no gosto do povo" - diz ela.

 

E entre os sucessos desse novo trabalho - a começar pela já consagrada Exttravasa, passando por Cidade Elétrica, Horizonte, Beijar na Boca, Eu grito, No Carnaval de Salvador e Arriba (Xenhenhén), Busy Man - destaque especial para a balada "Pássaros". Uma música envolvente, que Claudia transborda em emoção e vai quase às lágrimas e pela qual revela um carinho especial:

 

"Mikael Mutti me ligou da Espanha, cantou 'Pássaros' e fiquei aos prantos. Quando ele disse que ela era toda minha, chorei mais ainda. Ela fala da minha carreira solo, mesmo que trate do amor entre um homem e uma mulher para alguém, e trate do amor de pai para filho para outra pessoa. Eu me sinto um pássaro livre para fazer tudo o que fiz e o que faço. Mas também me faz ter a certeza de que, mesmo com toda a liberdade que um ser humano possa ter, ele tem de dar a mão às outras pessoas. É melhor voar a dois", arremata ela.

______________________________________________________________________